• O Editor

Thammy Miranda anuncia saída do PL após Bolsonaro se filiar ao partido. Vereador de São Paulo ...

Vereador de São Paulo afirma já ter sofrido ataques pessoais de membros da família do presidente da República


Foto: Reprodução/Instagram


O vereador de São Paulo Thammy Miranda, primeiro homem transexual a ser eleito para a casa legislativa paulistana, anunciou que deixará o PL após a filiação do presidente Jair Bolsonaro ao partido. “Com a ida do presidente para o Partido Liberal, do qual faço parte, estou dando entrada na minha desfiliação. Eu vou sair do partido. A gente tem ideias diferentes, além de que já sofri ataques pessoais de membros da família do presidente, inclusive contra o meu filho, quando ainda era recém-nascido”, disse Miranda.

Ele se referia a uma ocasião em que Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador do Rio de Janeiro pelo Republicanos, postou uma foto de Thammy com a esposa e o filho Bento, sem nenhuma legenda, em 2020. Thammy questionou o que ele queria ao publicar a foto, sem resposta, e disse que o bebê não merecia sofrer ataques.



Nesta terça, o vereador paulistano reforçou que não entrou na política em busca de conflitos. “Eu não entrei para lutar contra políticos, e sim para lutar pela nossa gente. O meu foco é trabalho, representar as pessoas, principalmente as que não eram enxergadas por ninguém. Vou seguir fazendo meu trabalho, sem me preocupar com o partido”, afirmou. Thammy foi eleito para a Câmara Municipal de São Paulo em 2020 com 43.297 votos, o 9º mais votado na cidade, e já era famoso por ser filho da cantora Gretchen.


Fonte: Jovem Pan

Indicação da Matéria: O Editor



6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo