• O Editor

MEC lança Canal Educação e Canal Libras

Conteúdos estão disponíveis na multiprogramação da TV Brasil e na internet, com programas voltados para professores, pais, estudantes e comunidade surda.

Foto: Luis Fortes – MEC


O Presidente da República, Jair Bolsonaro, a Primeira-Dama, Michelle Bolsonaro, e o Ministro de Estado da Educação, Victor Godoy Veiga, lançaram, nesta terça-feira (26), o Canal Educação e o Canal Libras. A cerimônia aconteceu no Palácio do Planalto pela manhã.

O Canal Educação, que está no ao ar a partir de hoje, 26 de abril, contará com uma programação educacional que abordará temas que vão desde a educação infantil até o ensino superior. O conteúdo será exibido no espectro da multiprogramação da TV Brasil, em canal aberto da televisão brasileira, e tem como objetivo expandir a educação e elevar a qualidade e a taxa de alfabetização nacional.

Com transmissão exclusivamente pela internet, o Canal Libras exibirá 24 horas por dia um conteúdo voltado à rede nacional de educação, desde a educação infantil até o ensino superior, universalizando o conhecimento e a informação por meio de uma grade especialmente dedicada à comunidade surda. Além disso, parte de sua programação será exibida no Canal Educação.

Para o ministro da Educação, os novos canais reforçam a preocupação do Governo Federal com a melhoria da qualidade de vida e valorização de pais, professores e estudantes do país. “A partir de hoje, o Governo Federal disponibilizará aos lares brasileiros dois novos canais. Serão conteúdos variados, como aulas remotas, dicas de preparação para o Enem, documentários, programas educativos e culturais, de qualidade e com acessibilidade. O Canal Libras, em especial, representa um marco na história brasileira, pois, pela primeira vez, haverá um canal que dará protagonismo aos surdos na TV aberta.”, destacou o ministro.

De acordo com o presidente Jair Bolsonaro, por ser um país de grande dimensão, as programações dos canais vêm para atender as mais diversas demandas da população, principalmente no campo da educação. “Temos que dar meios para que todos possam desenvolver a sua capacidade e isso vem através do conhecimento, da educação. Esses dois canais visam trazer os cidadãos, especialmente os surdos, para uma política que realmente dê esperança para a população brasileira.”, afirmou o presidente.

Em cerimônia no Palácio do Planalto, a Primeira-Dama e presidente do Conselho do Programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, enfatizou a importância da iniciativa. “No ano em que a Lei de Libras comemora 20 anos de criação, o Brasil recebe [essa] importante ferramenta que dará visibilidade à comunidade surda e à sua língua. O Governo Federal trabalha para não haver barreiras no nosso país.”, afirmou Michelle Bolsonaro.



Novos canais

A criação da nova programação na TV aberta brasileira e nos pacotes de TV por assinatura é voltada, ainda, para a capacitação de professores, coordenadores e gestores escolares, além de atender aos anseios dos pais, preocupados com o nivelamento da educação de seus filhos.

A emissora estreia na televisão aberta digital em multiprogramação nas capitais onde a TV Brasil possui transmissoras (2.3 no Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Luís; e 1.3 em São Paulo).

A programação começa com quatro atrações próprias produzidas pela equipe da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), como o programa semanal de entrevistas ‘Falas da Educação’, que traz debates, em 26 minutos, de especialistas falando a respeito das melhores práticas para a educação.

Além de programas educacionais, serão exibidos, tanto no Canal Educação quanto no Canal Libras, programas de jornalismo. Serão transmitidos, também, programas de variedades, como culinária, entrevistas, documentários históricos e contemporâneos, atualidades, perspectivas de futuro, entre outros, tendo uma grade voltada para educar, conscientizar e esclarecer o cidadão.


Fonte: MEC

Indicação da Matéria: O Editor

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo