• O Editor

Instagram por assinatura? Rede social avança sobre conteúdo pago e lança recurso estilo Onlyfans

A função trará uma monetização que antes fugia da plataforma pela venda de stories no ‘close friends’.


Azamat E | Unsplash


Na última quinta-feira (14), o Instagram lançou uma ferramenta que oferece exclusividade no acesso a fotos e vídeos de criadores de conteúdo. Trata-se de uma nova opção de monetização que incluirá posts visíveis apenas a quem pagou por eles, da mesma forma que ocorre em plataformas como Twitter, OnlyFans e Spotify.

A iniciativa é vista como uma maneira de controlar a receita milionária que corre “por fora” da rede social, afinal, é bastante comum que usuários famosos usem o Instagram para rentabilizar por meio da função Close Friends.

Oficialmente, sabe-se que o valor de cada assinatura poderá ser definido pelo criador entre US$ 0,99 e US$ 99,00 (cerca de R$ 5,40 a R$ 540 na conversão direta). Por ora, como o recurso ainda não chegou ao Brasil, não há como estimar quais serão as quantias praticadas no país.

Ao pagar para o criador de conteúdo, o assinante ganhará um selo na cor roxa que o certificará como um apoiador e o símbolo aparecerá em chats de lives. A mesma cor também servirá para destacar um conteúdo exclusivo, por exemplo.

“Aos assinantes também será possível acessar chats em grupo com até 30 outros pagantes simultaneamente. As conversas ocorrem na caixa de entrada do Instagram e funcionarão como as tradicionais mensagens trocadas por Direct”, registra a revista Exame.



Fonte: Conexão Política

Indicação da Matéria: O Editor

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ESTRÉIA